A manipulação na religião.

A manipulação na religião

 

A religião manipuladora pode chegar a extremos inimagináveis pela mente humana. Um caso típico deste extremo são os bolokis do Congo. Eles acreditam que são rodeados de espíritos que procuram em todas as ocasiões fazer-lhes mal e prejudicá-los a qualquer hora do dia ou da noite. Os rios e os regatos encontram-se cheios de espíritos de seus antepassados. Mesmo a floresta e a mata estão apinhadas de espíritos que podem tornar-se perigosos para os que viajam por terra ou por água, deixando-se surpreender pela noite. Ninguém é suficientemente corajoso para andar durante a noite pela floresta que separa uma aldeia da outra. Até mesmo a perspectiva de uma grande recompensa é incapaz de seduzir alguém a fazê-lo. A resposta para tais ofertas é sempre: ‘Há espíritos demais na floresta!

A manipulação na religião, provoca medo nas pessoas, apresenta um deus vingativo e destruidor. Promove sacrifícios absurdos e exageros da fé. Os manipuladores atuam em beneficio próprio, usam a religião e a boa fé das pessoas para obter vantagens pessoais, não deve ser assim. Jesus afirmou: Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.

Deus não oprime, não impõem um medo sobre as pessoas, a verdade do evangelho conduz as pessoas para a paz que se transforma em adoração genuína ao Deus criador de todas as coisas.

One thought on “A manipulação na religião.”

  1. “Os escândalos são inevitáveis, mas ai daquele pelo qual vem o escândalo”. Servir e obedecer a Deus segundo o modelo dele, traz descanso e liberdade. Deus nos ajude não trabalhar para nós mesmos usando quem não nos pertence, mas a Ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *