Uma nova configuração pastoral

Pastorear é cuidar, proteger, conviver, ser parte do grupo. O pastor em questão é aquele pastor de ovelhas do novo testamento que convivia com suas ovelhas, tinha cheiro de ovelhas porque dormia com elas, passava meses em determinadas épocas do ano, na convivência com essa ovelhas, guiando, protegendo dos ataques de animais selvagens, levando-as para onde estava a comida e água suficiente.
Tomando essa figura como referência é desse tipo de pastor que estou falando, e quando uso como referência, estou pensando nessa ação.
E bem diferente do modelo pastoral atual, que o pastor é mais apresentado como um alto executivo bem sucedido, onde precisa de segurança, e inacessível, tem uma postura de artista, e muito conhecido, muito popular, ternos caríssimos e uma vida desconectada das pessoas que fazem parte de sua comunidade.

O pastor apresentado por Jesus, dá a vida por suas ovelhas, busca as que se perderam, acaricia quando encontra a ovelha perdida, a coloca nos ombros e trás de volta para o aprisco.

Pastor não é empresário, não é comunicador da televisão, não é cantor, não é curandeiro e nem propagador de ideologias politicas. Pastor cuida das pessoas.

One thought on “Uma nova configuração pastoral”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *